Posted by : CanasOminous Aug 28, 2013

Eu podia jurar que eu já não gostava mais de ficar esperando muito tempo por um jogo. Uma sensação desenfreada de precisar daquilo, de querer ir comprá-lo logo no lançamento, de procurar reviews, detonados e informações só para ficar em dia com o game antes mesmo que ele tenha sido lançado.

Aí eu percebi que não existe idade para jogar video games, rs.

Quando o novo Pikmin 3 foi anunciado para o Wii U eu fiquei eufórico! O console mal recebeu divulgação ou atenção no Brasil até agora, então, se eu quisesse jogá-lo eu teria de esperar alguns anos luz e pagar uma "pequena" taxa de impostos, como de praxe. Até que fui surpreendido pela disponibilidade de baixar o jogo online pelo próprio Wii U. Consegui conectá-lo na internet depois de muito esforço, fiz todos os ajustes necessários, driblei o fato do eShop nem saber que o Brasil existe, e finalmente adquiri meu Pikmin 3 cerca de 15 dias depois de seu lançamento. Eu estava ansioso por colocar minhas mãos neste jogo, como há muito tempo não sentia. Na verdade, sinto que aos poucos estou entrando no clima da nova geração. E presumo que ela virá cheia de surpresas!

Quando se pensa nos jogos da Nintendo, os primeiros que nos vêm em mente são os mais previsíveis. Mario, Zelda, Metroid, Donkey Kong, Kirby, Pokémon... Franquias que se popularizaram cada vez mais com o passar dos anos... Que fazem os fãs esperarem por seu lançamento a cada ano, tendo em vista que a Nintendo já estipula datas quase previsíveis para se lançar algumas dessas franquias.



Mas e quanto aos Pikmins?

Tendo sido lançado há mais de uma década, quando estreou em 2001 com seu primeiro título para Game Cube, a série Pikmin permaneceu como um dos grandes segredos da Nintendo. Não possui a força dos jogos de Mario, ou o brilho extremo de Super Smash Bros. E aos que pensam que a Nintendo só tem Mario Kart, bem... Pikmin 3 é um dos melhores games que pude jogar nos últimos anos. Por um longo tempo estive longe de comprar novos títulos realmente bons, e creio que Pikmin 3 tenha sido apenas o precursor de jogos incríveis que o Wii U virá a nos oferecer.

Em uma Galáxia não muito distante...


Pikmin 3 começa com a expedição de três astronautas que são enviados para um planeta misterioso em uma expedição atrás de comida para sua terra natal. Assim que eles começam a explorar este planeta com aspectos e meio ambiente semelhantes ao da terra, eles encontram pequenas criaturinhas que se assemelham a insetos, os conhecidos Pikmin.



Pikmin 3: Um motivo para comprar o Wii U?

Como todos têm observado, o novo Wii U da Big N não têm se saído muito bem nas prateleiras, e com pouco menos de um ano no mercado as vendas ainda não dispararam como deveriam, por mais que o preço seja acessível. A própria Nintendo já admitiu que é a culpado pelas persistentes fracas vendas do Wii U, e até sugeriu que ela precisa de algumas novas franquias em seu mix previsível de jogos.

Não sei se Pikmin 3 é o suficiente para que gamers curiosos possam olhar para trás e pensar em investir no Wii U, mas sei que a franquia Pikmin num geral é o suficiente para fazê-los pensar sobre o assunto. Foi o primeiro jogo que realmente me fez pegar o Wii U para valer, começando assim a sua história. Foram três dias seguidos atrás da tela conhecendo cada vez melhor esse ambiente novo, tão incrível, mágico e perverso ao mesmo tempo. Pikmin 3 é apenas o começo de muito que ainda está por vir, disso eu posso ter certeza.

Qual a opinião de quem conferiu os dois títulos antecessores?

Na moral, eu odiava Pikmin. Acho que demorei 5 anos para olhar aquele jogo e tentar jogar para valer, porque o negócio era tão difícil, mas tão difícil, que minha cabeça de criança não conseguia resolver nada! Fases com cerca de apenas 10 minutos, múltiplas tarefas ao mesmo tempo, ver 50 bichinhos morrerem por um bem maior... Era demais para mim. Eu resetava toda vez que algum Pikmin de meu exército morria, o que tornava o game praticamente inviável.
Estes foram alguns dos chefões revelados nas primeiras imagens e trailers de Pikmin 3. O game surpreendeu com criaturas ainda maiores e mais assustadoras, e dessa vez não há apenas insetos para se enfrentar. O Vehemoth Phosbat é um cruzamento de mariposa com morcego, e é capaz de amedrontar qualquer um com essa boca enorme! Sem contar que no escuro ele fica invisível.

Isso nos leva à pequena lista de outros aspectos de Pikmin 2, que foram amplamente modificados. Você não pode mais mover Pikmin manualmente como era com o botão C, do jeito que eles se alinhavam atrás de você. Eu realmente senti falta desse recurso no início. Em vez disso, agora você pode travar em um alvo e comandar sua horda para atacá-lo em massa de uma vez, ou comandar sua tripulação se esquivar rapidamente para a esquerda ou para a direita. Estes novos movimentos fazem o game ser mais justo, incutindo o sentimento de que você só pode comandar o seu exército e nunca controlá-los totalmente.

Pikmin 3 não é tudo o que Pikmin vêm fornecendo, mas ainda é a melhor representação do conceito até a data. É como uma substituição completa de Pikmin 1 e um companheiro perfeito para Pikmin 2. A série está em pleno vigor, amparada por incrivelmente belos gráficos, uma história envolvendo inesperadamente, toneladas de segredos e novas maneiras de jogar, todas sem nunca se afastar do espírito do jogo original.




Avaliação da Sinnoh Produções 

Gráfico 10
O cenário está lindo, os Pikmins mais inteligentes, e os monstros ainda mais assustadores! Até mesmo a chuva chega a influenciar no ambiente, o que provoca uma mudança sutil na fauna e no clima, dando uma impressão ainda mais bela ao jogo. Tudo colabora para que você sinta que foi diminuído para dentro do jardim do Sr. Miyamoto como na primeira vez, mas dessa vez com um visual de dar gosto! E cara... Dá pra tirar fotos com o GamePad... Eu poderia voltar todo o Story Mode somente para tirar foto desse cenário maravilhoso! Tipo... Pikmin Snap, rs. (Ahh, vamos lá, Pokémon Snap era muito show...)

Som 9
A trilha sonora está tão boa que você sente que faz parte dela. Os barulhinhos das folhas, galhos, árvores, o grito de guerra dos Pikmins e o som assustador que alguns monstros fazem... Não tem como não se impressionar.

Jogabilidade 8
Eu demorei para me acostumar com o novo controle. Zerei, e eu ainda não peguei o esquema perfeitamente Acredito que alguém mais novo (ou meu pai que também curte ficar matando os Pikmin por qualquer bobeira, rs) irão demorar um tempinho até se adaptar a todos os comandos. Tanto que ainda prefiro o imbatível controle clássico do Game Cube, o que pode ser concertado com o Wii U Controller Pro. São muitas funções para poucos botões no Wii Remote, e ainda senti que o GamePad não mostrou tudo que tem a oferecer dentro do Wii U. Mas ainda assim, a função de tirar fotos e o mapa funcionam de uma maneira bem legal. Embora eu não apoie muito a ideia de ficar olhando para o controle toda hora que quer consultar algo... Parece tão... amador.

Diversão 10
Pikmin 2 foi um de meus games preferidos para Game Cube, e já cheguei a zerá-lo com 0 Pikmins mortos na campanha. Mas dessa vez eu queria era me divertir, então eu mandava meus soldados para uma guerra que sabia que seria perdida, e nunca me diverti tanto em ver uma batalha de bichinhos coloridos contra insetos gigantes. Mano, Pikmin não é um jogo feito para você cuidar de seus Pikmin. O legal mesmo é vê-los lutar até a morte, crescer junto e dar a vida por um bem maior, ser um líder que participa de cada batalha, e não alguém que fica só de longe dando ordens. Chega até a parecer que eles precisam do caos para sobreviver... Esses Pikmin são um dos maiores mistérios da natureza.

Replay 8
Eu ainda não encontrei todas as bugigangas que Pikmin 3 tem para oferecer (esses arquivos secretos são danados de encontrar!), e eu mal posso esperar para voltar ao jogo nos próximos dias, meses e até anos para tentar para encontrá-los todos. A série Pikmin faz coisas que nenhum outro jogo consegue fazer, e Pikmin 3 faz essas coisas de maneira incrível.

Nota Final: 9.0

Pikmin 3 com toda certeza é merecedor do troféu de ouro de Sinnoh! Ele pode ser um dos motivos para que as pessoas que já o conhecem considerem comprar um Wii U, e quem sabe os que ainda não foram introduzidos comecem a cogitar essa possibilidade. Com essa mistura louca de Age of Mythology, estratégias e batalhas alucinantes, você chega a ter no mínimo a curiosidade de ir para a sala e ver o que está acontecendo. É um jogo de aparência infantil, com um desenrolar de trama assustador e ainda sem perder o carisma que a Big N possui com cada um de seus games.

Pikmin 3 pode não ser "novo "no sentido de que os fãs da Nintendo já foram capazes de atirar essas criaturas adoráveis ​​desde o início dos anos 2000. Mas é novo no sentido de que a série Pikmin ainda está evoluindo, continua crescendo e melhorando ao longo do tempo.

Participe! Deixe um Comentário!

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -