Posted by : CanasOminous Oct 24, 2013


Gosto de colecionar coisas antigas, é comum você me encontrar dando valor para uma pedra. [Lá vem a bendita história da pedra, rs.] Mas avançando adiante de toda essas maluquices de minha pacata rotina, venho aqui compartilhar uma história envolvendo jogos, amigos e um pouco nostalgia. Há algumas semanas eu decidi que estava na hora de aumentar a minha coleção da Nintendo. Lançado em 1990 pela Nintendo, seu sucesso de vendas foi superior a 50 milhões de vendas no mundo todo.

Quando eu era moleque o primeiro vídeo game que eu tive acesso foi o Nintendo 64. Minha história começou ali, mas demorei a compreender que ela tinha raízes muito mais profundas. Meu interesse por colecionar coisas da Big N cresceu quando minha mãe disse que havia encontrado um vídeo game que pertenceu ao meu bom pai, descobri então que era um Game & Watch do Donkey Kong, daqueles que possuem duas telas de um formato semelhante ao DS, mas que datava de 1982. O valor daquele portátil é imenso para mim, ele tem a sua própria história e foi a partir daí que comecei visando assim dar uma continuidade à coleção, começando por procurar peças de colecionadores que antecederam o Nintendo 64.

Minha mais recente aquisição foi um Super Nintendo. Digo que há tempos eu não estava tão empolgado para receber alguma coisa pelo correio, e brinco que nem o Wii U me deixou tão eufórico. 5 dias mais tarde o aparelho estava em minhas mãos, uma belezinha. Amarelado, com aspecto do século passado [e realmente é], mas teimo em acreditar que essa coloração e o desgaste vem de todas as aventuras incríveis pelas quais este Super Nintendo em particular passou.

Comprei dois jogos em sua companhia: Super Mario World e um do Sonic que eu nem sei o nome. O SNES não é bem da minha época, ou melhor, eu já era nascido em seu lançamento, mas com um vide-o game mais avançado de sua geração que criança iria ligar para os antecessores? Apenas com 18 anos joguei o Super Nintendo pela primeira vez, e aqui está algo que nunca imaginei sentir...


Liguei para testar, senti a leveza do controle, a textura do aparelho. Apreciar um game antigo é como apreciar um quadro ou uma obra de arte. Só que eu estava sem tempo e após uns 7 minutos de jogo já decidi guardá-lo e colocar na prateleira. Eu havia comprado o console exatamente para ser uma peça de meu pequeno museu, e pensei que por lá ele ficaria. Não sou de compartilhar coisas no facebook, mas quando experimentei ver a reação da galera, o bendito SNES teve mais curtidas do que as minhas fotos! Vi amigos que me sugeriram marcar um dia para jogar, e assim eu decidi fazer. Vamos jogar Super Nintendo, vamos ver no que isso dá.

Há tempos eu não me divertia tanto... Foram muitas risadas, muitas brigas e nostalgia. Eu era praticamente o único que não tinha jogado, mas vi amigos que conheciam cada segredo e esconderijo da mesma maneira que conheço minha casa. Zeramos o game do Super Mario World em mais ou menos 1 hora e 40 minutos.

Aquela história de jogar o Yoshi pelo penhasco não é nova na internet, e acho que isso é tão velho que mais ninguém acha graça. Eu dava risada da piada sem entender. Mas cara... Quando você vê aquele Yoshi sendo jogado na sua frente pela primeira vez, você sente uma mistura de dor, ódio, raiva e culpa. Eu estava precisando rir daquela maneira. Foi questão de todo mundo quase levantar do sofá de emoção, e lá se foi o pobre Yoshi para as profundezas do mundo... Eu não podia imaginar que com aqueles gráficos tão limitados ainda fosse possível reunir marmanjos e universitários em uma sala, revezando controle pra passar de fase, mais de 20 anos depois.




Zeramos o game com o Mario Verde! *risos* Essa Nintendo é tão marota que nem colocou o nome do Luigi na programação, mesmo que você zere com o coitado a Peach vai chamá-lo de Mario. É muita maldade... Mas aguarde que haverá retorno, Luigi! Você agora tem seu próprio game no Wii U, o New Super Luigi U. Cadê você agora, Mario?

É como eu havia dito: O Wii U é um console bacana, [ainda não sentei para jogá-lo de verdade com alguns dos clássicos que mais venho esperando, Pokémon Y têm tomado todo o meu tempo kk] mas a verdade é que não importa a tecnologia. Logo mais teremos o PS4 e o XBox One lançados, mas há certos games que nunca se perdem no tempo, que nunca perdem o seu brilho.

Encontrei até essa tirinha na internet, obra do TomPreston do Deviantart:

Bem, e o que tenho a concluir disso tudo? Cara, era esse sentimento que eu sentia saudade quando jogava um game. Super Mario World é um game foda demais, muito bem feito, um clássico que deve ser conhecido por todas as pessoas, você precisa jogá-lo no mínimo uma vez. Acho que logo terei que começar a comprar mais cartuchos do velho SNES, ou quem sabe já começo a juntar grana para comprar o Nintendinho?

Não sei, mas meu quarto está começando a parecer um museu de verdade daqui há pouco, rs. E aquela estante ficou uma belezinha com seu novo companheiro. Foi muito bom, foi divertido, vi gente com mais de 20 anos começar a discutir por causa de acidentes com inimigos e cogumelos desperdiçados, como se fossem crianças novamente. O Super Nintendo é de cerca de 1990, mas naquele tempo eu não curtia vídeo games, ou melhor, eu não sabia olhá-los da maneira que vejo hoje. Deve existir o respeito por esses consoles que já passaram, eles possuem sua própria história, é como respeitar e ouvir a experiência dos mais velhos. [E o SNES só não é o mais ancião da família porque temos o Game & Watch de 1982 ali no meio].

Pois bem, vou concluir esta vaga história com uma clássica frase: Acho que estou ficando velho, rs.
Você também tem algo antigo que guarda com muito carinho?

{ 4 comments... read them below or Comment }

  1. Bem, imagine minha cara nesse momento, sim, estou quase chorando, essa sua postagem foi, é, e sempre será uma das que eu mais gostei na sala do escritor, muito boa, e é bom saber que outras pessoas curtem o Super Nintendo, meus amigos não sabem apreciá-lo da devida maneira.

    Bem, eu acho você parecido comigo em diversos assuntos, e cara, não consigo acreditar que você nunca havia jogado um SNES antes, cara, eu tenho 14 e já joguei muitas vezes, não estou criticando, mas acho que você deve ter perdido bons momentos da infância, jogar o Super Mario World, jogar os caras na parede e começar a socar no Dragon Ball (Não que seja um clássico, mas é que era um dos meus jogos favoritos), eu ainda me lembro quando todo mundo achava os gráficos de F-Zero incríveis, e pensar que agora já vem o Ultra HD, cara, acho que estou ficando velho, rs.

    Mano, eu tô torcendo para valer pra você comprar um Nintendinho, tudo isso só pra ver o que você vai escrever sobre ele e para me lembrar das coisas mais nóstalgicas que de hoje não me lembro mais, na verdade acho melhor não, pode ser que eu comece a querer uma postagem sobre o N64 e o Gamecube (*rsrs*), e cara, aquele momento que você joga o Yoshi no chão ..., 1 minuto de silêncio para o nosso dinossauro favorito...

    E acho que esse comentário já se estendeu o suficiente, então só para acabar eu irei responder as suas duas últimas perguntas:

    Você também tem algo antigo que guarda com muito carinho?

    Sim, eu ainda tenho minha (Antiga) coleção de jogos do SNES, N64, Gamecube, e ainda tenho o primeiro livro que li de verdade, apreciando a leitura, sem pressa nenhuma de acabar, "O Hobbit".

    E a outra pergunta:

    Deseja voltar a Sala do Escritor?

    "Always". Potterheads entenderão...

    ReplyDelete
  2. Cara, que Nintendista eu seria se nunca tivesse jogado o SNES? kkk É como eu cheguei a mencionar num trecho cara, quando eu era pivete eu só queria saber do Nintendo 64, que criança ligaria par ao vídeo game ultrapassado e da velha geração? Muito tempo se passou até que eu finalmente compreendesse a essência de um game, e acho que ultimamente isso tem sido mais forte do que nunca dentro de mim.

    Eu estava louco atrás desse primeiro F-Zero, cheguei a jogar o F-Zero GX no Game Cube e o reconheço como um dos melhores e mais difíceis games de corrida, imagina só como deve ser rever isso em seus dias de criação! Todos nós sempre temos uma história bacana a compartilhar, e cada game conta uma história diferente para cada jogador. Tenho alguns que ninguém deve conhecer, mas que foram importantes para mim e fizeram parte desse crescimento. Acho super válido uma postagem do Nintendo 64 e do Game Cube, mas antes disso terei que jogá-los por uma tarde inteira para relembrar a sensação, só assim que vem a inspiração, as velhas memórias que constroem nossas histórias.

    Vou ver se arranjo um Nintendinho cara, mas deixa eu juntar grana antes kk Achei por 400 reais no Brasil, e uns 100~120 dólares lá fora. Vou ter que me recompôr antes de conseguir mais um console kk Mas enfim, fico feliz que tenha gostado e também por encontrar mais gamers e Nintendistas por aí. É importante ter carinho por coisas antigas, guarde esse livro do Hobbit com muito carinho, é um de meus preferidos também. Abraços ae, companheiro!

    ReplyDelete
  3. MALDITO SEJA VOCÊ CANAS! UAUHAUHAUHUAHUAHUAHUA

    Cara, você tocou no meu ponto fraco! Eu não acredito que joguei SNES antes de você. Parece até mentira, e eu tive que voltar pra ler várias vezes até assimilar. Até porque os Nitendistas da Aliança são você e a Zyky.

    Eu não sou Nitendista, Sonysta, nem nada. Eu tenho a mesma paixão imensurável por qualquer videogame. Acho que só o XBOX ainda corre um pouco por fora, mas ainda acredito no dia em que nossa relação vai começar a melhorar.

    Eu nunca tive o SNES, mas admito claramente que sempre foi um sonho de consumo (cuja intensidade não se perdeu com o passar dos anos). Eu morava em um prédio de dois andares. Eu tinha o Playstation caixotão (aquele mesmo, lindo, magnífico, cinzento, mas que trazia uma sensação de felicidade). E minha prima, que morava no andar de cima, tinha o SNES. Então a gente sempre fazia visitas um ao outro pra jogar e xingar. ESSA é a essência dos games! Não que eu seja contra a revolução tecnológica de colocar redes sociais nos consoles, mas acho que esse charme de ver a galera reunida no sofá da sala berrando, dando porrada e zoando era equivalente a 50% da diversão.

    Meu relacionamento mais forte foi com o Mega Drive. Minha avó tinha, eu já tive em casa, então era realmente o console que eu mais amava. Sem contar que os jogos são fodas! Talvez daí tenha vindo a minha admiração pelos jogos do Sonic, que pra mim é o melhor personagem de games desde sempre. Sim, Sonic e Tails é a melhor dupla, sem mais! Calma, isso é minha opinião, e eu respeito quem vê os outros personagens como os melhores. Não vamos criar intrigas, até porque a discussão aqui é sobre uma paixão em comum.

    Enfim, sobre o Luigi ser chamado de Mario pela Peach, vai aí uma curiosidade. Talvez você saiba, mas eu soube há poucos dias e achei interessante. Os programadores da Nintendo planejaram para que ele realmente fosse uma variação do Mario, só que usando roupas verdes. Só depois ele ganhou uma identidade própria. :)

    E sim, essa coisa de jogar o Yoshi no abismo é tenso, mas é o tal do sacrifício necessário. Mas eu vi um vídeo onde um cara falou algo que possivelmente vai te alegrar: Yoshis não morrem. Prova disso é que ele apanha, apanha, apanha, e tá sempre lá, correndo loucamente de um lado para o outro e a gente ter que ficar naquele frenesi de buscá-lo. QUE ÓDIO DAQUELES BICHOS QUE FICAM ATIRANDO BOLAS DE BASEBALL OU FUTEBOL AMERICANO!

    Bem, minha coleção eu até mostraria aqui, mas você me sugeriu que eu fizesse isso lá em Hoenn, então vou manter essa carta guardada na manga. É claro que eu não tenho uma coleção de games e outros artefatos "nerds" tão grande como a sua, mas porque eu comecei agora. Deixa eu conseguir um estágio ou emprego, e você vai ver como as coisas vão mudar! UHAUHAUHAUHUAHUAHUHAUHA

    Cara, parabéns pela sua nova aquisição. Espero que esse SNES seja apenas mais um de muitos que ainda virão para aumentar a família. Eu uso meus consoles antigos para jogar, mas se você quiser conservá-lo, fique de olho que no fim do ano vai sair no mercado o Retron 5, que roda cartuchos de mais de 10 consoles, incluindo SNES, N64, Mega Drive, dentre outros.

    É isso, não vou me estender muito por aqui. Vou deixar guardado para quando a gente realmente conversar só sobre isso. Acho que levaríamos semanas inteiras só falando de jogos! UHAUHAUHAUHAUHUAHUAHU Os outros que nos aguentem!

    ReplyDelete
  4. Eae Canas, blz? Muito bacana essa postagem, cheguei a ver umas fotos no face e pude ver toda sua alegria a tal momento nostálgico. Cara, nós já falamos muitos sobre games, mas nunca te disse que eu nunca zerei Super Mario World(0.o). Sério. Mas possuo um SNES em casa e estou a compra um Nintendo 64. Mas os meus maiores luxos da Nintendo que eu possuo, é meu game boy e também mais quatros fitas, entre elas Donkey Kong e....POKÉMON!!! Mano, esse game boy sim me trouxe muita nostalgia, foi algo que nao tive no passado e hoje tenho por apenas 30 reais! kk Foi muita sorte minha o irmão de uma miga da esse portátil pra ela e ela não se importa muito para jogos. kkk Mas achei muito bacana mesmo, tenho outras perolas(não a Paula, mas podia ser) e quero aumentar ainda mais minha coleção, ainda quero as insígnias cara, lembra? Arranja as suas pra mim? Haha, vou indo. Flw, até mais!

    ReplyDelete

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -