Posted by : CanasOminous Oct 15, 2014

O Dente-de-Leão, (nome científico Taraxacum officinalis), é uma planta muito difundida pelo mundo afora, da família Compositae (Asteracear) tendo sua origem vinda do norte da Europa inclusive por médicos. No Brasil é encontrada em jardins, em locais onde existem condições favoráveis para sua proliferação, como terra rica, matéria orgânica e umidade. Produz uma flor amarela muito importante como pasto apícola, pois suas flores são muito ricas em néctar. 

Características

É uma planta de pequeno porte, anual, se multiplica por sementes ou por divisão de touceiras. Suas folhas são amargas, de bordo invaginante, um pouco latescente, e de verde claro. Suas flores são douradas, e suas sementes possuem uma estrutura que facilita a dispersão pelo vento. Sua raiz é pivotante. Prefere climas amenos a frio.

Cultivo e Colheita

Por ser uma planta espontânea, ela nasce sem a intervenção do ser humano, cresce com facilidade e resiste aos diferentes estresses a que é submetido, indicando que é de fácil cultivo. Outra informação de origem popular é a de que onde ela nasce o solo é bom, podendo ser plantado no local até espécies mais exigentes, como brócolis, couve-flor ou repolho.

No Brasil não existe cultivo comercial do dente-de-leão, sendo estes cultivos comerciais realizados mais em países europeus.  Planta-se preferencialmente em canteiros para facilitar a colheita. Deve-se dar preferencia para semear no canteiro direto ou transplantar no outono em nossa região, pois como prefere clima mais frio.



Curiosidades

As folhas dessa planta são ricas em vitaminas A, B, C, e D e cálcio, potássio e ferro, além de serem muito saborosas enquanto ainda estão novas. O chá feito de suas folhas ou de suas raízes auxilia no controle da hipertensão e de deficiências cardíacas.

As flores do dente de leão se abrem aproximadamente às cinco da manhã e se fecham no final da tarde, sendo por isso chamada de relógio suíços. Existe ainda a crença de que quando suas sementes saem voando na ausência de vento, seria um indicativo de chuva eminente. Suas sementes amadurecidas, são sopradas pelas crianças como uma brincadeira, podendo alcançar grandes distâncias, devido a sua leveza. 

Por que Dente-de-leão?

Esta planta já era chamada de "dent-de-lion" pelos Normandos Gálicos, um dos muitos povos que na Idade Média habitavam a região que hoje chamamos de França.

O nome é devido, provavelmente, à forma das folhas, que lembrariam dentes de leão. Quando a Inglaterra foi conquistada pelos Normandos, em 1066, os Saxões (que então habitavam a Inglaterra) criaram, a partir do nome "dent-de-lion", a variação dandelion que até hoje é o nome popular dado à planta nos países de língua inglesa.

O Dente-de-leão é chamado pelos botânicos de Taraxacum officinale. "Taraxacum" é, provavelmente, uma latinização do termo persa "tarashgun", que significa "erva amarga". Já "officinale", por sua vez, é um adjetivo latino empregado para designar plantas usadas nas farmácias para a preparação de medicamentos. Então, se fossemos traduzir para a nossa língua o nome científico do dente-de-leão, chegaríamos a algo como "erva amarga de uso medicinal".


Se você nunca assoprou uma dessas coisinhas, você não teve infância.
(Ou então não teve um quintal ou sítio com um montão delas, rs)


Se os dentes-de-leão são vistos como ervas com um gosto amargo que possuem uso medicinal, será que não poderiíamos interpretá-las como o amor de Mikau e Milena? Ao mesmo tempo que esses dois passam por todos os conflitos de um relacionamento amoroso (a parte amarga), há também a parte da cura que pode ser vista como a esperança de Milena de um dia curar o seu amado.
AGORA TUDO FAZ SENTIDO!

DANDELIONS EVERYWHERE!
em Animal Crossing: New Leaf

"UM DENTE DE LEÃO! Deve ser o último da estação!"
— Sid, A Era do Gelo.

Participe! Deixe um Comentário!

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

- Copyright © 2011-2017 Aventuras em Sinnoh - Escrito por Canas Ominous (Nícolas) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -